Jesus Cristo, o Macho Alpha


Não é irônico que justamente num país como o nosso onde se fala tanto em Jesus Cristo, se tatua, se veste, se imprime, se adesiva, se louva, constrói templos, mas o "modelo de homem" apreciado ou imitado, refletido no jeitão que a maioria dos homens busca se parecer, nas escolhas dos maridos pelas mulheres, dos governantes ou líderes religiosos pelo povo não tenha absolutamente NADA a ver com as características de Jesus?

Nem com o jeito com o qual ele tratou as mulheres, os vulneráveis, os rechaçados independente de o seguirem ou não, o seu olhar profundo e poético de contemplação sobre os Lírios do Campo e sua alegria genuína ao acolher crianças e transformar água em vinho numa festa de casamento? Parece que há um jeito de "respeitar e amar" Jesus meio superficial, ignorando-o, como os homens que batem ou abusam e dizem que amam ou como as esposas que se sujeitam por "amor", filhos que os imitam também por "amor"...

Não, não é tão irônico, é coerente até demais com a superficialidade NOSSA de cada dia, com o sadomasoquismo social de ainda optarmos pelo sofrimento maquiado enquanto dizemos querer amor. É coerente demais com o fato de comemorarmos um aniversário de alguém num dia que não é e que ele não pediu, mas que na verdade é uma comemoração de uma cultura antiga e pagã do sagrado solstícios de inverno empregado numa tática de fusão cultural usada pela Igreja para amansar e doutrinar povos dominados em guerra "em nome de Cristo" é claro...

O solstício ou retorno do sol nesta data, uma bonita e profunda celebração dos ciclos da natureza, da luz e tudo o que ela representa fisicamente e simbolicamente, mas que também pouco conhecemos e a maioria talvez nem se interesse muito em saber, o que temos a ver com a NATUREZA? Se nos tornamos obsessivos em repetir e repetir de forma autômata exatamente como ainda tratamos a nós mesmos e a quem dizemos que amamos até que evolua esta consciência no seu tempo e tudo bem...

.

Mas eu também não deveria usar a hipocrisia "alheia", como se não me incluísse, como desculpa para não conhecer Cristo ou me ressentir, deveria? Neste caso o "plano" de autossabotagem em massa teria dado certo comigo também. Mas talvez não-conhecendo o "Cristo que pregam" de modo hipócrita e malicioso em prol de manipulação, seja a forma mais eficiente de se disponibilizar de fato para conhecer o Cristo Real expresso na Vida, na Natureza e na Verdade, em você mesmo, naquele olhar amoroso que se reconhece, desejo que você encontre este olhar em seu espelho!

Então, Feliz Natal! Seja lá o que isso signifique para você, talvez seja mais uma bela desculpa para nos questionarmos, olhar além da superfície, dos enfeites e ceias, que podem ser bonitos, gostosos e inofensivos, mas certamente não é aí onde Cristo habita, nem muito menos onde ele se revela é? E bóra ceiar.

Como Jesus tratou uma mulher que desobedeceu a "lei" saindo em público e tocando-lhe as vestes para se curar?

Eu não poderia deixar de citar neste post, umas das passagens da bíblia convencional que é uma das que mais me comoveu durante os anos da minha adolescência quando li e estudei a bíblia inteira algumas vezes. Neste relato fica muito claro, até para cego ver, que Jesus não se preocupava obsessivamente em obedecer leis cegamente e nem impunha nada parecido aos seus seguidores e ouvinte como a maioria dos líderes religiosos de seu tempo e de hoje, pelo contrário, toda a sua fala era sempre baseada numa compreensão profunda do "espírito" da lei, Jesus não se importava com as superficialidades egoicas e hipócritas dos líderes religiosos de sua época, mas muitas vezes os expunha firmemente e por isso mesmo era acusado e perseguido constantemente por eles como "desobediente da lei".

Jesus, nesta passagem do livro de Marcos 5:25-34 revela a situação de uma mulher que por 12 anos, convivia com muita vergonha. Padecia de uma doença que afetava cada aspecto de sua vida, incluindo sua liberdade para seus hábitos religiosos. Embora ‘ela tivesse sido submetida a muitas dores, por muitos médicos, e tivesse gasto todos os seus recursos’, infelizmente tinha ficado cada vez pior. Certo dia a mulher teve uma ideia e uma atitude muito ousada e corajosa em prol de sua cura. Ela tentou chegar perto do homem chamado Jesus, cuja fama de curador corria por todos os cantos. Entrou no meio da multidão e tocou na roupa dele, mesmo sabendo que a lei bíblica disponível na época condenava completamente que saísse em público. (Levítico 15:19, 25) Jesus percebeu que tinha saído poder dele, então perguntou quem lhe havia tocado. “Amedrontada e trêmula”, a mulher “prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade”. Dando-se conta de que foi seu Pai, que havia curado a mulher, Jesus a tratou com bondade, dizendo: “Filha, a tua fé te fez ficar boa. Vai em paz e fica curada da tua doença penosa.”

Consegue sentir neste relato toda a humanidade e compaixão de Jesus muito acima da lei ou da necessidade de provar algo? Isto é só um relato, imagine ele realmente ou sua energia expressa aqui na terra...

Gratidão profunda por sua visita. Assine e receba um lembrete de cada nova postagem no seu e-mail!

POSTS RELACIONADOS

Pela DESCRUCIFICAÇÃO de Cristo:

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2019/05/10/Pela-DESCRUCIFICA%C3%87%C3%83O-de-Cristo

Autoconhecimento, meditação e caminhar sobre brasas de verdade!

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2016/08/31/Autoconhecimento-medita%C3%A7%C3%A3o-e-caminhar-sobre-brasas-de-verdade

O viés da sabedoria integrativa do coração

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2018/07/28/O-vi%C3%A9s-da-sabedoria-integrativa-do-cora%C3%A7%C3%A3o

Diálogos Internos:

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2017/04/30/Di%C3%A1logos-Internos-poema-sobre-amor-pr%C3%B3prio

Toque o Foda-se por Amor!

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2018/11/29/Toque-o-Foda-se-por-Amor


19 visualizações

© 2016 Roni Diniz . Ator, Fotógrafo e Designer Gráfico.