SE ME QUER COMO HOMEM...

Atualizado: Set 4


Se me quer como homem... Blog Roni Diniz

Não me procure como mestre.

Eu compartilharei o que sei, mas você é quem deve despertar o seu mestre interior.

Não me procure como “pai”.

Eu te acolherei em meus braços quando precisar,

Mas não adotarei sua criança interior.

Esta tutela é sua.

Não me procure como “filho”

Para reproduzir compulsões ancestrais patriarcais...

Sou um macho funcional e sentimentalmente não busco mais uma “mãe” nas relações.

Estou aprendendo a harmonizar meus “pais” dentro de mim.

Sou Yin e Yang, completo, em autoconstrução e desconstrução.

Não me procure como santo.

Eu lhe mostrarei minha fé,

Aprendi a expressar minha divindade,

Minha auréola é real, mas tenho raízes profundas também,

Não reprimo mais minhas sombras e nem meu lado animal

por uma prisão de uma reputação hipócrita.

Elas me ensinam a assumir a autorresponsabilidade.

Não me procure como “comedor”,

Eu entregarei meu sexo, meu falo,

Meu dom de penetrar, só para quem o honrar como