Paraíso é para quem tem Autorresponsabilidade!

Atualizado: 9 de jun.


Antes eu apenas tirava e postava uma foto atento para que minha intenção fosse pura e quem sabe lembrasse alguém da Divindade que habita na Natureza assim como eu a sinto mesmo antes de saber “nomear”, mesmo antes de saber me permitir adentrar camadas desta divindade. Você também a sente? (Você sente Deus na Natureza? Mas e o lixo?)


Por isso tudo não há nenhuma fotografia nas minhas redes sosciais sem legenda, eu sei que se a grande população não consegue perceber o Sagrado nem vendo ao vivo, dificilmente perceberá sem ser conduzida, só vendo a foto no feed alucinante que invade quem desliza o olhar pela telinha, carente por distrair-se de si mais um pouco!


Eu só queria postar e partilhar um tico da minha emoção, um poema, um convite para olharem mais devagar e profundo... Eu era tão ingênuo! Ou sou? A verdade é que cada foto do Paraíso também atrai abutres famintos e a riqueza como que está sem portões, sem guardiões…


Hoje eu não consigo partilhar uma fotografia sem me sentir “culpado/responsável” e hipócrita caso eu não trate em pelo menos uma linha a urgência de preservar, cuidar do lixo, ser consciente e ser exemplo, ainda que mínimo.


Porque se sentir parte da Natureza, sentir o amor de Deus nela, traz seu acolhimento infinito, mas também faz você sentir na pele o est.upro diário que ela sofre debaixo de mil cliques e das mais hipócritas juras de amor.


#ArraialdoCabo tem me ensinado a me sentir merecedor do Amor, da abundância e do Sagrado, mas também me dilacera o coração a cada segundo ao esfregar na minha cara os abusos, a poluição sonora, os lixos despejados sobre o Amor, assim como despejam sobre o próprio corpo e coração, sobre o Sagrado em nós e fora, quem ainda se nega a dar conta das suas dores, vomita sobre à Grande Mãe.


Assim é compreensível entender um dos maiores paradoxos que já presenciei: o umbral no paraíso, o profano no sagrado, eu sei que o transcender da dualidade me levaria a dizer que tá tudo bem, “manter-me como observador”. Mas não, não está nada bem!


Não dá pra continuar virando a outra face, precisamos do Cristo que empunhou o chicote e expulsou os parasitas do templo, este Cristo deve nascer no coração e consciência de cada um, de dentro para fora!


O que você está fazendo pra mudar isso?


⚠️Sabemos que o meio ambiente requer um CONJUNTO de ações além da nossa individual, como políticas públicas contínuas, fiscalização e Educação Ambiental na veia, etc. Elas se somam e devem caminhar juntas!


Foto de Capa: Projeto @Ensereiese 12/2021 por @bywilker - 2, 3 e 4 (abaixo): Praia Grande de Arraial do Cabo após a última ressaca (soubemos que o lixo foi retirado, mas o grito continua a soar)


Praia Grande de Arraial do Cabo pós Ressaca 19-05-22 (Fotos: euamoarraialdocabo.com)


Minha Emancipação é Azul Turquesa!


13 de maio foi aniversário de Arraial do Cabo! Temos a mesma idade! 1985 foi a sua Emancipação em relação a Cabo Frio. A Cidade teve shows em comemoração, do Seu Jorge, Péricles e Zé Ramalho (neste eu fui!).


Em 2016 fiz para cá a minha primeira viagem sozinho, sem amigos ou parentes, um universo de possibilidades se abriu!


Muitas dúvidas e medos, mas o chamado do meu coração abriu o caminho! Retornei 3 vezes em anos diferentes, o amor era o mesmo e não era somente a beleza, me comovo a ponto de chorar com esta Natureza!😭❤


O que é Emancipação para mim? Em 2010 entrei no Núcleo de Vivência Teatral da Cia Paideia em Sampa, a gente dedicava o sábado inteiro montando uma peça de 3h: “Educação – olhos, mente, boca e coração”. Um dia, chegando ao ensaio, havia cartolinas e lápis de cor para o grupo que era o mais velho, rsrs. Era para se conectar à criança que fomos um dia, desenhar algo da infância ou DEIXAR que ela se expressasse.


Brotou uma água turquesa dos meus dedos, diziam que ela vibrava!💦


Não cabe aqui os sentimentos que me conduziram e o estudo que virou uma cena da peça, na qual as crianças mostram seus desenhos e os adultos “podiam se ver” ali! Isso é Teatro!


Meu sonho de morar na praia parecia distante com as crenças limitantes que eu tinha, como as minhas profissões na época (“São Paulo é q é o Lugar das Artes”).


Vai fazer dois anos q moro aqui em Agosto, é meu 37º aniversário também. Morando sozinho pela primeira vez, longe da família e dos conjuntos de crenças que um dia me prenderam, mas sigo cheio de novos desafios e sonhos!


Curiosamente, estou num elenco de uma peça aqui no fim deste mês, que resgata a cultura e um pouco da ancestralidade daqui. A peça chama-se Histórias de Pescador e faz parte deste evento comemorativo de aniversário da cidade juntamente com ações que estão sendo chamadas pelo poder público de "Retomada Cultural".


"O evento tradicional do calendário cultural "MAREARTE" foi criado na década de setenta por Amena Mayall e reúne os maiores expoentes da cultura popular cabista em suas mais diversas manifestações. Arraial do Cabo possui uma riqueza cultural ímpar, documentar e valorizar tudo isso é possibilitar a criação de uma ponte que une tradição e modernidade, com missão de preservar a identidade do nosso povo, ator principal deste espetáculo." (Fonte: subcult.arraial)


Apesar de Arraial do Cabo também ter me trazido o choque de lidar com o "umbral" no paraíso: os abusos à natureza todo dia, o contato superficial, o lixo e a poluição sonora patrocinados por uma população e autoridades iludidas e calejadas pelo turismo predatório. Lidar com os opostos DÓI, mas pode conduzir à autorresponsabilidade e à outras emancipações que não estão num "lugar", mas sim na Expansão da Consciência e alinhamento com a nossa Criança Interna (essência), que demanda um Adulto firme e amoroso com a coragem de sair e de chegar, de construir e desconstruir…


Desde 07/2021 eu integro um pequeno grupo de voluntários independentes ao Ensereie-se, apartidário, formado por moradores, realizando um mutirão do lixo por mês e outras ações de conscientização ambiental. Siga nosso perfil no Instagram e dê aquela força se possível, não é fácil botar a mão no lixo, mas é o mínimo de coerência para quem diz que ama esta natureza tão divina! Somos Um! @PreserveArraialdoCabo #PreserveArraialdoCabo


"Em tudo se aprende, em tudo se ensina"


Escolhi a frase acima, uma fala do meu personagem o Profeta, para entitular esta fase.

Meu coração ainda tá vibrando por ter testemunhado em maio de 2022 como o Teatro ainda engaja as pessoas e ensina valores humanos e cidadania mesmo sem ter isso como primeiro objetivo: comprometimento e trabalho em equipe, ainda que o aprendizado às vezes venha à fórceps, Teatro lida com “erro” como oportunidade de aprender!


Refleti como é importante a gente saber, escolher e assumir qual é o nosso papel em cada lugar ou grupo. Você já descobriu e assume seu papel?


Eu disse sim a mais este projeto voluntário, ciente de que cada escolha inclui uma série de não’s para outras coisas não-menos importantes! Mas o que me fez dizer sim? Ainda não sei.


Um povo sem Arte e Cultura ou com estas desvirtuadas, se torna zumbi não é a toa que este acesso é direito garantido na Constituição de 88.


Arte cultura é prevenção e contenção de diversos problemas sociais, como drogas, violência, doenças…


Eu cheguei ao teatro em 2007, aos 22, saindo de uma depressão, graças a um psiquiatra que junto com a receita, me deu escuta ativa e orientou buscar atividades artísticas, levar a sério o tratamento, explicou o funcionamento hormonal do corpo, eu não entendi tanto na época! Mas não me custava experimentar, me abriu universos!


Depois de umas 15 peças entre amador e profissional, quase 15 anos dedicados a este ofício, uma pausa de dois anos: o teatro me levou a lugares difíceis também e até à Yoga e às Terapias Holísticas pra me reequilibrar depois de tanta doação e lutas!


Então, agora ver jovens de 15 anos e de mais de 40 que nunca fizeram teatro serem pescados pelo Diretor @mrroggerio2012 e @Theonavarro e abraçarem o teatro, lidarmos com desistências e renovação constantes do elenco, insistimos, isso é fé!


A humildade dos mais experientes entrando nesse barco… É fé!


Mas precisamos de uma fé baseada em autoconhecimento, que respeita os próprios limites e se expande com saúde! Não parar!


Intencionei desde o 1º dia honrar os ancestrais deste lugar do qual eu recebo tanto apesar das contradições humanas. Uma árvore sem raiz está morta.


O mérito é do Teatro! Esta arte milenar que re-existe. Mas também de cada um que acreditou e se manteve no projeto, do espaço que recebemos da @subcult.arraial e do público que veio!


Gratidão Arraial do Cabo, e a tudo o que me trouxe até ti e para onde ainda irei(emos)!


Constituição Federal art 215 - Seção II

DA CULTURA

Art. 215. O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às

fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais.

§ 1º O Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afrobrasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional.

2º A lei disporá sobre a fixação de datas comemorativas de alta significação para os

diferentes segmentos étnicos nacionais.

3º A lei estabelecerá o Plano Nacional de Cultura, de duração plurianual, visando ao

desenvolvimento cultural do País e à integração das ações do poder público que conduzem à:

(Incluído pela Emenda Constitucional nº 48, de 2005)

I defesa e valorização do patrimônio cultural brasileiro; (Incluído pela Emenda

Constitucional nº 48, de 2005)

II produção, promoção e difusão de bens culturais; (Incluído pela Emenda Constitucional

nº 48, de 2005)

III formação de pessoal qualificado para a gestão da cultura em suas múltiplas

dimensões; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 48, de 2005)

IV democratização do acesso aos bens de cultura; (Incluído pela Emenda Constitucional

nº 48, de 2005)

V valorização da diversidade étnica e regional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº

48, de 2005)

A arte não imita a vida, ela faz a gente ver. #DiaNacionaldoTeatro

https://www.ronidiniz.com.br/post/a-arte-n%C3%A3o-imita-a-vida-ela-faz-a-gente-ver-dianacionaldoteatro


Minha 1ª vez em Arraial do Cabo: Como fui parar neste Paraíso?! Arraial do Cabo, RJ, o Caribe Brasileiro!

https://www.ronidiniz.com.br/post/2016/12/29/como-fui-para-neste-para%C3%ADso-arraial-do-cabo-rj-o-caribe-brasileiro


Me Completo - Vídeo Clipe da Cristiane Rodrigues (Participação minha)

https://www.ronidiniz.com.br/post/me-completo-v%C3%ADdeo-clipe-da-cristiane-rodrigues-participa%C3%A7%C3%A3o


Ballet das Casuarinas, um curta metragem rodado em Arraial do Cabo!

https://www.ronidiniz.com.br/post/ballet-das-casuarinas-um-curta-metragem-rodado-em-arraial-do-cabo


Ofícios sagrados que se fundem aos seus representantes - 90 anos da Fernanda Montenegro

https://www.ronidiniz.com.br/post/2019/10/22/of%C3%ADcios-sagrados-que-se-fundem-aos-seus-representantes-90-anos-da-fernanda-montenegro

Pare de me desejar que em breve eu esteja na Globo!:

http://www.ronidiniz.com.br/post/2016/07/22/Pare-de-me-desejar-que-em-breve-eu-esteja-na-Globo

Ainda sobre o DIA DO ATOR. Qual é a matéria-prima do teatro?

http://www.ronidiniz.com.br/post/2018/08/22/Ainda-sobre-o-DIA-DO-ATOR-Qual-%C3%A9-a-mat%C3%A9ria-prima-do-teatro

A peça é um tumulto, as opiniões em torno dela é outro! Texto de Ariano Suassuna

http://www.ronidiniz.com.br/post/2016/08/12/A-pe%C3%A7a-%C3%A9-um-tumulto-as-opini%C3%B5es-em-torno-dela-%C3%A9-outro

Teatro de Grupo, Bastidores, Vida, Distanciamento - Cia Paidéia

http://www.ronidiniz.com.br/post/2018/05/10/Teatro-de-Grupo-Bastidores-Vida-Distanciamento---Cia-Paideia

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Encunciado.jpg