© 2016 Roni Diniz . Ator, Fotógrafo e Designer Gráfico.

Introdução do Blog

NÃO aos Golpes das Agências de Modelos e Atores. Pesquise e Denuncie!

 

De tempos em tempos ainda me chega alguma amiga ou parente desesperada (o) para fazer um book fotográfico para ontem, a fim de não perder uma grande oportunidade para “um job de comercial que seu filho (a) foi descoberto e selecionado ou para ela (e) mesmo!

Antes de começarmos este texto, me sinto inclinado a reconhecer que sim, existem agências e profissionais sérios e confiáveis no segmento! Há histórias de pessoas famosas que foram descobertas exatamente assim, mas a proporção é comparada a de bons jogadores de futebol que se tornam famosos e o glamour nem sempre reflete a realidade de uma carreira real no mundo artístico. Me sinto no dever de salientar que eu realmente acredito e te incentivo a investir no seu sonho ou vocação se for para o ramo artístico, etc. Mas eu convido você a refletir se é realmente isto o que você quer e o real “porquê”?

 

Pois dependendo de quais forem as suas motivações, saiba que você pode estar enquadrado exatamente no perfil das vítimas dos incontáveis golpes que a máfia de “Agências” de Modelos e Atores aplicam diariamente como seu seu carro-chefe de serviços para lesar, iludir e arrancar o dinheiro de pessoas esperançosas e ingênuas em um momento de “oportunidade” imperdível, “agora ou nunca”! Não, infelizmente eu não estou exagerando. Eu nunca trabalhei dentro de uma agência na equipe ou bastidores, mas já estou no meio artístico há alguns anos para constatar e compartilhar as considerações que estou fazendo aqui, não apenas com base nas minhas experiências, mas também na de inúmeros amigos próximos, conhecidos, atores, modelos, amadores e profissionais, parceiros nesta saga artística!

 

Quando uma agência, scouter (ou “olheiro” como são chamados os profissionais que cuidariam diretamente do modelo ou talento descoberto) aborda um possível modelo ou ator, mesmo que não seja golpista e seja sincero ao te persuadir pontuando suas qualidades e potencial, mesmo que ele pareça confiável justamente por advertir que é “uma carreira de sacrifícios de insistir”, acautele-se! Ele pode estar manipulando seus sentimentos, fazendo uso de sua própria vaidade, desejo de ser importante ou baixa auto-estima para te aplicar um golpe, desde vender um book por preço exorbitante, composites (uma espécie de cartão de visita com fotos e medidas físicas que nesta era digital nem se usa mais), taxa de agenciamento e taxa disso e daquilo ou o que é pior, junto com tudo isso ou em seguida: pode estar sugando sua energia enquanto você, ingenuamente o autoriza a isso e se ilude mais...

 

As mães correm para fazer o tal book que “garante” a participação do filho na “seleção para o tal comercial’. Mas no fundo, em seu íntimo, talvez seja o seu sonho de criança e não o do filho (a), de ser amada e ser o centro das atenções, e este sonho que está projetando sobre o filho, talvez não tem nada a ver com o sonho ou habilidades da criança, pois mesmo quando a criança tem esta vocação e habilidades natas, o fato é que eles ainda não são maduros o suficiente para entenderem o que envolve esta profissão, para eles é apenas uma brincadeira e muitas vezes, um jeito de conquistar atenção da mãe e sua aprovação! 

 

Muitas vezes estes golpistas estão munidos dos conhecimentos de marketing e psicologia, ou simplesmente de uma boa lábia, a famosa arte de persuasão, um site muito mal feito ou não, “cheio de modelos e atores descobertos por eles”.... Os golpistas se aproveitam das carências dessas mães, talvez elas não vejam a hora de esfregar na cara da sociedade como seu filho é importante, então os agenciadores as apressam para que assinem urgentemente os contratos (que infelizmente a maioria de nós brasileiros ainda não tem o hábito de ler). Talvez venda-lhes até serviços de preparação artística sob uma promessa de agenciar os seus filhos e cuidar de suas carreiras, mas estas mães nunca serão chamadas para NENHUM TESTE SEQUER! 

 

E mesmo se fossem, nunca pararam para refletir em como é a rotina de mães que tem filhos neste ramo? Como seria consolar o seu filho a cada “não” que normalmente se leva constantemente neste ramo e mais comum do que os "sins"? As horas de espera, gente antipática, apressada e desumana, de novo, não é regra, mas infelizmente é muito comum no meio. Uma criança menor de idade precisa do acompanhamento integral de um responsável para assinar contratos e acompanhar tudo, não é tão divertido como os programas editados de bastidores na TV costumam mostrar e muito provavelmente os resultados não vem no primeiro ano de investimento para que uma mãe largue o próprio emprego convencional. Vamos concordar que são poucas mães que tem esta disponibilidade integral para sair a qualquer momento de casa e fazer um teste do outro lado da cidade? “Ah! Mas é claro que se meu filho tiver a oportunidade eu largo tudo pra ir!”. Porém, normalmente não é bem essa a ordem das coisas! Seria como se um agricultor dissesse assim: “Mas é claro que SE aparecerem árvores dando fruto no meu jardim, eu largo tudo pra ir cuidar e colher!”, porém, ainda dentro desta analogia, embora existam sim as exceções, geralmente precisamos cuidar da terra, adubar, plantar e zelar pelo plantio até que este dê lucros, faz sentido? E esta é uma informação que os agenciadores picaretas, usando sempre um implante de “urgência” em suas vítimas, não tem o menor interesse em informar! Ou ainda quando informam, ela está apenas soterrada e irrelevante no meio de um monte de sonhos e expectativas que já foram despertadas!

 

“Mas e se esta for a Grande Oportunidade e eu estiver perdendo por medo!”

 

É duro reconhecer, mas na maioria das vezes é a “falta de sentido nas vidas” ou a grande insatisfação com o atual trabalho, o desalinhamento de projeto de vida, o que faz a maioria das pessoas viverem sonhando com esta ”Grande Oportunidade Mágica” e infelizmente, caírem imediatamente nos golpes! Eu, Roni, acredito em mágica sim! Preciso te pedir que jamais deixe de acreditar e se abrir para a mágica da vida! Sim, tudo pode mudar de uma hora para outra. Mas a mágica vem alinhada com nossa essência e não com nossas carências, como nossas fugas de si mesmo, não com nossa baixa-auto-estima e espera de um salvador que nos poupe do trabalho de assumir a responsabilidade por nós mesmos… Mesmo se assim fosse, provavelmente dispensaría-mos esta grande mágica por despreparo e exaltação.

 

Como ator, querendo aprender de tudo um pouco, eu também já fui convidado para alguns raros testes de modelo, mesmo não me encaixando nos padrões de mercado, “mas vai que eu seja uma exceção?!” pensava, fui sem expectativa e com os sentidos despertos, medindo se meu tempo, gastos (condução e lanche) valiam a experiência e a tentativa, aqui vos fala um virginiano raíz, risos… Não fui selecionado, tudo bem, o não eu já tinha, pensava, mas tenho arquivos preciosos destas experiências! Lembro-me de menininhas novinhas saindo aos prantos dos testes porque não passaram, lembro-me de mim mesmo, mesmo tendo ido ciente de que aquele não era o meu perfil, ainda assim me questionando se eu deveria emagrecer mais para um próximo, trincar mais o abdômen, fazer uns cursos de passarela, etc… Kkkkkk. É incrível como normalmente temos mais facilidade de acreditar na nossa incompetência do que refletir que talvez o meio talvez não esteja assim tão "certo". Me recordo muito bem do jeito como fui tratado, como vi as pessoas serem tratadas, e sim, eu refletia: “Tem algo muito errado em tudo isso!”, mas talvez não tenha, talvez o que falte é a consciência de que quem vai até lá e não é mais a primeira vez, está indo exatamente para conviver com isso e sabe disso! É escolha. Quando tomamos uma decisão assim sempre há algum ganho que estamos ansiando. Qual é o ganho? Talvez seja o sonho da fama, de ser amado e invejado por muitos, de ser uma Gisele Bundchen, um Evandro Soldati, uma Juliana Paes, um Caio Castro e não raro este “sonho” geralmente não passa de uma cruel e inconsciente carência de si mesmo(a) que não será saciada pelo buraco sem fundo que é uma carreira desalinhada da nossa essência e que deixou de ser construída sobre uma real base que priorize a sua autoestima e amor-próprio, pois VOCÊ é o seu maior capital! Esta consciência é a melhor proteção contra os golpes!

Ah meu amigo(a) que me lê, como seria a graça e o encanto de descobrir e ser VOCÊ mesmo? Do jeito que é?! Não duvide dos seus sentidos e intuições quando eles estiverem soando um alarme interno! Invista em se autoconhecer, o suficiente para distinguir o que é intuição do medo descabido de se arriscar e do autoboicote! Para isso é importante buscar pessoas aptas para te orientarem, não apenas amigos, e nem mesmo pessoas de sucesso que nem sempre revelam “exatamente” o preço que pagam para ostentarem certos “reconhecimentos sociais”....

 

Aí vem a minha principal consideração: o que sustenta uma carreira artística não é o sucesso, o dinheiro e nem mesmo a carreira em si, é a essência artística, a vocação o amor pelo que se faz! Sei que pode parecer utópico e talvez até seja, mas é uma utopia que sustenta um propósito muito mais do que “resultados”!

 

Não se compare.

 

No meio artístico somos avisados que seremos tratados como produtos, é fato! Por isso mesmo, quanto mais cedo se entrar neste ramo, mais chances de absorver esta voz cruel e torná-la sua própria voz interior, te acusando e te cobrando diariamente por resultados e pelo tão esperado “sucesso”. É crucial distinguir as coisas, nos lembrarmos constantemente que “ninguém” é um produto! Somos seres singulares, cada um com sua história e personalidade única! Porém, ninguém vai enxergar nossa luz se dependemos da validação do outro para nós mesmos percebermos ela, faz sentido? Por mais que você se dedique a esculpir o seu corpo e se capacitar profissionalmente, sempre haverá alguém com um diferencial a mais do que nós, dependendo do que está sendo procurado pelo “cliente”, por isso é fundamental termos o bom senso e equilíbrio. Você já deve ter percebido certos perfis protagonizando campanhas publicitárias que estão completamente fora dos padrõezinhos! 

 

Profissionaliza-se e Participe da Programação Cultural de sua Cidade!

 

Invista em você mesmo se é este o seu sonho e sua vocação! Não como uma promessa de resultados garantidos, mas como uma infinita abertura de possibilidades, para abrir a mente, conhecer gente que já está há muito tempo no meio, conhecer mais o mercado e saber se posicionar, adquirir mais autoconfiança e embasamento artístico, sim isso conta, o famoso registro de trabalho DRT é mesmo condicionamento para alguns tipos de trabalho. Aqui no meu blog há muitos textos com reflexões e bastidores dos processos criativos nos quais eu tive a oportunidade de participar, claro, são apenas os meus pontos de vista e há muitos outros. Participe de rodas de conversa com grupos de teatro, nos SESCs, em Ongs e Associações Culturais voltadas à Arte e Cultura, em São Paulo há uma programação vasta e gratuita neste sentido, não se limite às impressões sensacionalistas de entrevistas gloriosas dos artistas em pauta na Globo, Record e SBT, entenda que “há o que é interessante para eles” dizerem lá e o que é interessante para essas emissoras mostrarem, muitas vezes não é o que você tanto precisava saber, muitas vezes o que se vê é apenas a ponta do iceberg pintada de rosa com tons de heroísmo e glamour para impactar mais…

 

 

VÁ AO TEATRO! 

 

Não há melhor forma de aprender, se inspirar, confirmar e expandir possibilidades artísticas do que indo conferir pessoalmente o que é este ofício na prática. Mesmo se a sua meta for fazer novelas e filmes, o teatro é base de tudo e é totalmente acessível! Muitos espetáculos dos que são patrocinados por leis de incentivo disponibilizam bate-papos, oficinas de criação e formação abrindo o seu processo criativo ao público em geral.

 

Pergunte, certifique-se

 

É fato que muitos artistas, modelos e etc., às vezes tem uma personalidade não muito acessível, muitas vezes estão sobrecarregados, pois a maior parte do seu trabalho não é vista em cena, no palco, nas fotos que são apenas os resultados, mas também há pessoas mais acessíveis dispostas a informar, dar dicas, porém não tome tudo como verdade absoluta, nem mesmo o que eu digo, absorva, filtre e viva suas próprias experiências… Mas depois não diga que eu não avisei! Brincadeirinha, risos…

 

Cuidado com o “Senso de Urgência”!

 

Mesmo me profissionalizando e tendo a chance de conhecer muita gente bacana que me ajudou muito e me auxiliou em muitos processos, eu percebo uma carência enorme para os profissionais do meio artístico: a falta de respaldo psicológico.

 

Para cada tipo de profissão, há cuidados específicos em longo prazo, como a prevenção de doenças ocupacionais e etc. Uma costureira e outras funções que possuem esforços físicos repetitivos, precisam se prevenir contra a famosa tendinite, por exemplo. Já um ator, artista, lida com algo mais abstrato, porém tão importante quanto, lida com sua própria psique, suas emoções, pois é a partir dela que vai construir infinitos personagens e abordagens da época e contexto em que vive ou por qual já pessoal a humanidade, já pensou sobre a dimensão disso? Longe da idéia de heroísmo profissional, há de se concordar que não é um exercício para qual todos estão preparados, te gente que buga! Sim, muita gente entra em colapso e crises perigosas e há quem afirme e sustente que é algo bom e comum na profissão, não é a toa o alto índice de depressão, vícios e suicídios nas profissões artísticas, pois lidamos com intensidade, mas também não vamos generalizar, podemos aprender muito bem a lidar com tudo isso, mas não é de uma hora para outra. Por outro lado, há também um grande número de artistas que recorrem às terapias convencionais e à Yoga como forma de reencontrar seu eixo, é o meu caso! Ainda farei um post dedicado à isso, mas por enquanto, vou deixar essa entrevista minha para o Canal do Tadeu Ramos, feita durante a temporada do Espetáculo MÃE no Teatro de Arena, na qual eu faço uma abordagem mais ampla sobre estes temas para quem sentir afinidade.

 

 

Ainda sobre os golpes

 

Muitos sobrinhos, amigos e conhecidos meus já foram chamados para estes testes e alguns até pagaram e muito, uns pelo menos tem um material fotográfico bem feito, outros nem isso, é sempre o mesmo formato de abordagem e os mesmos não-resultados, impressionante! Eu sempre oriento quem me procura a fazer uma pesquisa sobre o nome da agências, ver se há denúncias, alguns me retornaram dizendo que acharam um monte de denúncias e ainda assim caem no golpe. Eu mesmo também já paguei taxas de agenciamento ilegais sem saber, perdi horas preciosas indo até entrevistas e seleções do outro lado da cidade, sofri com expectativas, negativas, promessas e etc., neste ramo, quem nunca? Sei que muitos companheiros de profissão passam por isso diariamente até hoje e tudo bem… Cada um no seu processo e nas suas escolhas.

 

O intuito do texto é mais um convite à reflexão e ao autocuidado amoroso neste meio, pois se não vier de nós, certamente que não virá dos contratantes e mediadores que na vasta maioria das vezes nos tratam como se estivessem nos salvando de nossa incompetência enquanto faturarem seus lucros em cima do nosso trabalho, tempo, educação e talentos…

 

Deixo aqui abaixo um link super completo de um outro ator que não conheço, mas gostei das recomendações, trazendo várias dicas para evitar os golpes e nos comentários do post dele, você pode conferir várias denúncias de pessoas que foram lesadas, dando até nomes de agências picaretas.

 

https://nacodepao.wordpress.com/2012/05/09/dos-cuidados-que-se-deve-ter-com-agencias-de-modeloator/

 

 

Como Denunciar?

 

Você pode fazer uma denuncia convencional com B.O., se valendo apenas do seu relato dependendo do ocorrido e dos prejuízos financeiros ou emocionais, porém, quanto mais documentação e provas você reunir, mais efetiva será a sua ação. Guarde seus contratos, recibos de pagamento, propagandas  e etc.. Porém, esteja ciente que a maioria dos golpistas já sabem que serão denunciados, então, normalmente eles já criam cláusulas em seus contratos para se eximir, deixando bem claro que não se comprometem a conseguir trabalhos para os agenciados, ou seja, eles realmente podem deixar o seu material fotográfico que até ontem era a “grande oportunidade” criando teias de aranha por mais antiético que isso seja! Ainda assim a sua denúncia é válida e pode salvar outra vítima de cair na mesma enrascada, mesmo denúncias apenas virtuais no site Reclame Aqui! são super válidas. Há agências que trocam de nome fantasia de tempos em tempos, justamente porque as denúncia vão sujando o seu nome na praça, então certifique-se de que o contrato que você está assinando tem CNPJ e razão social. Lembre-se que você não precisa pagar absolutamente nada para ser agenciado, seja você ator ou modelo profissional ou amador, pois a prática de mercado é a agência lucrar em cima do valor do Job, geralmente algo em torno de 30%, não sei como está hoje em 2019.

 

Muitas agências tem “parcerias” com fotógrafos, vendem o book e acertam com ele um valor bem inferior ao que vão cobrar do cliente, o fotógrafo acaba aceitando devido a grande quantidade de trabalho que vai ter, mas é claro que a Agência, o “Descobridor de Talentos”, vai fazer de tudo para você achar que eles não ganham nada em cima do book, por isso vão te dizer que você pode fazer o book com qualquer fotógrafo, mas como eles sabem que nenhum fotógrafo independente trabalha com o prazo de uma semana, você certamente não vai achar nenhum e vai acabar fazendo com eles! 

 

Imagine se você é um fotógrafo independente, você mesmo quem divide o seu tempo em divulgar, negociar com os clientes, enviar orçamentos, gerir o seu próprio estúdio ou alugar um para os trabalhos, contratar um personal stylist e maquiador, fotografar, fazer o pós-processamento (mesmo antes dos tratamento digital final todos os cliques do ensaio em média uns 100 precisam ser processados para gerar a folha de contatos, miniaturas das quais os clientes escolherão as fotos que serão tratadas entregues em alta resolução, a prática comum do mercado é de 15 fotos em média), você não faz um book em uma semana! Além de eu mesmo também ser fotógrafo, já fiz vários books com fotógrafos, agências grandes, estúdios e etc. nunca, nenhum ficou pronto em uma semana.

 

Aí com o motivo de dificultar que o promissor novo talento encontre outro fotógrafo a agência delimita o material, por exemplo fazendo especificações descabidas como “50 fotos em alta resolução, na resolução X”. Não é incomum, essas agências golpistas procurarem “pêlos em ovo” a fim de invalidar o seu material fotográfico, quando o “novo talento” diz que já possui um material pronto, podem dizer que a roupa está inadequada, o cabelo, a maquiagem, o fundo da foto e por aí vai... Porém o material publicitário requer mesmo uma série de cuidados neste sentido, como distinguir? Confie nos seus sentidos, confie no seu radar de picaretagem, compare, detecte e diga não sem medo…

 

Além de tudo isso, é importante estar ciente de que mesmo se a tua agência for honesta, ética e realmente fazer o trabalho que compete a ela de apresentar o seu material aos clientes (vender o seu serviço), pode ser que você não consiga nenhum trabalho e isso realmente não significa que você seja incapaz ou tenha um péssimo perfil, é por um motivo muito simples: grande oferta de trabalho bem acima da demanda. Sim há uma infinidade de trabalhos que não requerem habilitação profissional, pelo contrário, os produtores de elenco talvez até preferem pessoas inexperientes às vezes, pois elas não vão atuar ou interpretar no roteiro, vão ser apenas elas mesmas! Há perfis que se engajam mais rapidamente e pegam boas marés de trabalho, mas não se iluda é um mercado de trabalho que realmente oscila. Geralmente quem trabalha com isso tem mesmo outras fontes de renda por meio de trabalhos informais e/ou flexíveis de modo que ainda tenham a disponibilidade de ir aos testes inusitados, ou pelo menos até se estabilizarem. Em fim, desconfie de receitas, não há uma, mas depois de qualquer experimento êxito ou fracasso, terá de lidar com você mesmo e suas expectativas, sacrifícios, escolhas... Então que seja de um ponto de vista amoroso não é mesmo?!

 

Eu desejo a você uma descoberta fascinante dos seus dons, do seu propósito de vida, porém, mais ainda eu desejo que sua trajetória seja com leveza e graça! Merecemos né? Sim é possível, porém, cada vez mais eu estou aprendendo e experienciando que isso é uma escolha que só podemos criar esta realidade por meio da expansão de consciência, conhecimento e desapego de crenças limitantes que criam os mesmos padrões repetitivos. Ops! Mais um tema para um próximo post. Obrigado por sua visita e como dizemos no teatro: Evoé!

 

Deixe o seu e-mail e receba um lembrete dos próximos textos.

 

Conheça os meus trabalhos como Ator e Performer.

 

POSTS RELACIONADOS:

 

Pare de me desejar que em breve eu esteja na Globo!:

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2016/07/22/Pare-de-me-desejar-que-em-breve-eu-esteja-na-Globo

 

Ainda sobre o DIA DO ATOR. Qual é a matéria-prima do teatro?

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2018/08/22/Ainda-sobre-o-DIA-DO-ATOR-Qual-%C3%A9-a-mat%C3%A9ria-prima-do-teatro

 

A peça é um tumulto, as opiniões em torno dela é outro!com texto de Ariano Suassuna

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2016/08/12/A-pe%C3%A7a-%C3%A9-um-tumulto-as-opini%C3%B5es-em-torno-dela-%C3%A9-outro

 

Teatro de Grupo, Bastidores, Vida, Distanciamento - Cia Paidéia

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2018/05/10/Teatro-de-Grupo-Bastidores-Vida-Distanciamento---Cia-Paideia

 

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload