© 2016 Roni Diniz . Ator, Fotógrafo e Designer Gráfico.

Introdução do Blog

Atordoante resposta a um poema

Extasiante!!! Excitante!!! Faz quem lê desejar ser quem recebe tanto amor em versos... ou quem oferece tantos versos de querer bem!

Faz um buraco ainda maior, no centro do peito... Um buraco de um vácuo tão opressor que esmaga um coração já tão repleto de amor.  Cheio e solitário de um alguém que te espera também.  Em qual confim??? De qual Terra???                       

Terra árida!

De um coração que já secou de tanto chorar por ti. Um choro abafado no escuro, ardendo da febre do querer ter, ter . Me dar.                       

Febre que não passa...

Terra árida que não se hidrata da expressão máxima do seu corpo. Com trocas. Misturas. Silêncios com sons! Ardência leve na pele que tanto te esperou... Sem te achar.  Que você procurou... Também não encontrou. Porque o giro da Terra é voraz e determina que quase nunca haja paz de corpos fundidos por verdadeiro amor.  Sem dor. Com ardor e entrega. De uma troca justa... Ou injusta mesmo. Porque cada corpo quer dar mais de si e preencher o outro que esperou sedento. O um. E o outro.  Cientes do seu próprio vazio que doía solitário, que então quer dar e dar e dar...

Vai ter e ter e ter ...

E acorda terra árida, ressecada por um querer sem ter... De um dar sem receber.

A Natureza em estado solitário...

Seres vivos vagando a sós... Pra aprender a trocar. Alguns, ao redor vagando, à espreita, de uma terra árida, pra ainda mais lhe sugar!                       

Meu amor de amigo, a vida nos cruzou os caminhos, num desencontro feliz... O cancelamento daquela Peça foi providencial!!!!                       

Saudade de vc.

Saudade de nós quatro naquele ar livre flertando com o mundo inteiro!

Escrevi pra ti, num desejo de parabenizar de novo e de novo pela sua linda construção escrita que me tocou tanto... Me encantou.                       

Mas de repente Roni,  eu estava  escrevendo, com a naturalidade de respirar, um tipo de resposta pra  ti, uma  carta, uma conexão, uma troca, um desabafo...   Tamanho impacto do que seu poema ou poesia ou expressão artística de dentro da sua Alma ou Arte escrita, expressando sua sensibilidade e talento natural... Ou uma marcante Obra Literária Contemporânea!!!!

 

 Ou  ou  ou  ou  ou ...

 

Ou simplesmente você em poema!!!!

                  

Tomara que a gente consiga se "achar" aqui pra teclarmos/zappearmos rs.

Caso contrário vamos nos falando assim mesmo distantes,desencontrados mas CONECTADOS. 💋💋🌸🌺

 

❤Miriam Lopes

 

Post Referido:

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2017/06/26/Consci%C3%AAncia-Infinita-do-Amor-Poema

 

NOTA: Eu pedi a autorização para publicar esta resposta, pois acredito que o que me levou a publicar o meu poema foi me reconhecer pequeno, como metáfora, a mim e todo o encontro ou conexão que descrevo lá, fagulha de algo infinitamente maior, metáfora que pode dialogar diretamente com a alma de outras pessoas. Mas eu não esperava receber, de pronto, uma resposta que me deixasse tão atônito, acompanhada desta imagem da borboleta buscando o néctar sobre uma rocha e a um passo do rio. Me perdoem por expor os elogios a minha pessoa, embora não seja o que me cativou, devo preservar a sua escrita íntegra. Galera, acredito que o que acontece aqui, acontece na célula e também em todo o universo em escalas diferentes, seja uma dança, um encontro ou uma dor. Esta resposta me tocou, me fez refletir galáxias e me parece com uma voz do planeta ressoando... Beijos Roni

 

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload