© 2016 Roni Diniz . Ator, Fotógrafo e Designer Gráfico.

Espetáculo MÃE

Apresentação da Campanha:

1/1

Temporada no Teatro de Arena
Quartas e Quintas, 20:30h
De 30/01 a 28/02 de 2019
Local: Rua Dr. Teodoro Baima, 98, República
Próx. à Praça Roosevelt e Metrô República
(11) 3259-6409 | (11) 3256-9463
comunicacaosp@funarte.gov.br
INGRESSO: R$ 20, e meia R$ 10 (dinheiro)

 

Evento FACEBOOK
https://www.facebook.com/events/782611802095126/

 

Posts e Depoimentos do público no BLOG:

 

Curiosidades da Temporada do Espetáculo MÃE no Teatro de Arena

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2019/02/25/Curiosidades-da-Temporada-do-Espet%C3%A1culo-M%C3%83E-no-Teatro-de-Arena

 

No palco não há imunidade. A plateia, o título MÃE e o Teatro de Arena por Eliane Diniz

http://www.ronidiniz.com.br/single-post/2019/03/29/No-palco-n%C3%A3o-h%C3%A1-imunidade-A-plateia-o-t%C3%ADtulo-M%C3%83E-e-o-Teatro-de-Arena-por-Eliane-Diniz

OBS: Doadores da Campanha Kickante, não pagarão entrada se enviarem nome e RG para lista VIP no máximos até três dias antes da data para contato@ronidiniz.com.br e confirmarem presença no evento do Face.

 

SINOPSE: A idade de 1 ano e 4 meses perdi minha mãe. Uma poderosa e dolorida imagem ressonante dela é o estímulo inicial para este 1º experimento/fragmento entre teatro, dança, performance, poesia, música e meditação. O arquétipo da Mãe, a 1ª mulher de nossas vidas ainda ecoa, o sagrado feminino, subversões, silenciamentos e estupros sociais, rumo ao arquétipo maior da Mãe: nosso planeta. 

Campanha Kickante 2018:

https://www.kickante.com.br/campanhas/espetaculo-mae-circulacao

MiniBlog da Campanha: 

https://www.kickante.com.br/campanhas/espetaculo-mae-circulacao/atualizacoes

Fotografias do Espetáculo: 

https://photos.app.goo.gl/hwdXO0okK9sr9M9p1

Justificativa/ Conceito do espetáculo:

 

O texto é composto de 2 poemas autorais e trechos curtos dos livros "A ciranda das mulheres sábias" de Clarissa Pinkola Estés (um verdadeiro hino ao feminino e à ancestralidade) e "O Canto das Mulheres do Asfalto" de Carlos Canhameiro (um dedo na ferida do abuso). Encontrei nestes livros palavras que parecem ter sido proferidas pelas mulheres dos inúmeros desenhos espontâneos que fiz desde criança, nos quais, ao rever agora e compartilhá-los com o público, podemos notar a imagem recorrente de uma mulher, horas visivelmente violentada e silenciada, hora livre e integrada à natureza e à sua faceta mais selvagem, talvez um reflexo do subconsciente coletivo que absorvi naturalmente desde criança ou a expressão da busca e saudade da minha própria Mãe ou minha própria "mulher oculta", acreditando que todo ser humano é dotado das duas energias polares em constante dança, o masculino e o feminino,  o "Yin-yang"...


O espetáculo Mãe faz um apanhado sutil das minhas vivências com a dança contemporânea, o poder evocativo das palavras na poesia, o teatro ritualístico, o xamanismo e a potência energética da performance. Tudo para compartilhar, de uma forma natural e minimalista, com o público que se permitir, uma experiência estética, política e transcendental...


Tenho experimentado, com um bom êxito, a experiência de finalizar as apresentações com um bate-papo aberto com o público.

Concepção e Interpretação: Roni Diniz
Iluminação: Leonardo Sobral

Fotografia: Patricia Mota

 

Depoimento de uma Espectadora (06/10/17):

 

"Mãe é uma performance sensível, poética e extremamente potente. A forma como o artista traz a beleza da maternidade, o sagrado feminino, a violência contra mulher mexe com a emoção do público. A consequência dessa efervescência se refletia no olhar do público pelo que acontecia durante toda experiência, a sensação era de que eles quisessem que não terminasse nunca. Parabéns!" 

Depoimento 02

“Cada momento marcante...
Apaixonada por cada olhar de expectativa que me surpreendeu, lá fora, ainda antes do início do #EspetaculoMAE.

Como o do aluno da EJA (não lembro agora o nome dele), que quis saber do que tratava o espetáculo; e eu, pega no solavanco, fiz ali mesmo, na porta, um release improvisado e ele indaga: _ A platéia vai participar?

PS.:E ele participou muitooooo.

Ou do menino (absolutamente encantador) Pietro, de cerca de 5 anos, que insistiu pra mãe que o levasse ao espetáculo, pois tinha visto o banner.

E a mãe do Pietro vindo pedir pra mim: _Eu sei da indicação etária, mas ele queria tanto...

E ao final, ainda em palmas, com os olhinhos arregalados, Pietro, meio sem entender direito o que ali tinha se passado, só queria a plantinha (mudas de #AgaveAmericana ficaram a disposição do público).

Eu, meio sem saber o que dizer (o espetáculo tem potência de mexer com a emoção e com o sensível) tento: _É Pietro, não é bem um teatro pra criança, não é mesmo?

Olhei pra mãe que generosamente e conscientemente me disse: _É bom ele ir vendo e tomando consciência, assim um dia ele será um bom homem.

Ai meu coração! Eu deveria tanto ter levado ele para abraçá-lo...Seria importante para ambos.

Lembro com carinho de cada olhar brilhante no final, de cada sorriso de emoção ou estupor.

São momentos assim que eu amo.

Ao escrever isso, e revivê-los, meus olhos estão marejados.

Mas houveram sorrisos também, muitos.”

Gratidão à Eliane Diniz (apesar do sobrenome, não somos parentes, risos) pelo relato emocionante sobre a apresentação no CEU Casa Blanca no dia 29/05/18 e pela ajuda improvisada tão essencial!

Apresentações Feitas:

Terça-feira, 29/05/18, às 20h
Teatro Oscarito, CEU Casa Blanca
R. João Damasceno, 85 - Casa Blanca, 
São Paulo - SP, 05841-160 | Tel.: (11) 5519-5240
A 14min da Estação Vla. das Belezas, 
Evento Facebook: https://www.facebook.com/1973736826000708
 

12/01/18 na FUNDART (Fundação das Artes de UBATUBA)

07/01/18 no Lar Sagrado Arco-Íris, Ubatuba

14ª Mostra Senac de Artes Cênicas - Auditório do Senac Santana
Fragmentos e Experimentos, 04/10, quarta, das 19h00 às 22h30
Rua Voluntários da Pátria, 3167, a 18 min do Metrô Santana
Retirar os ingressos com 1h de antecedência 

 

http://spcultura.prefeitura.sp.gov.br/evento/32522/

Teaser:

Trailer do Experimento:

Depoimento de uma espectadora: