O viés da sabedoria integrativa do coração.

Quem ousar se desapegar, por um segundo que seja, do medo e deixar a luta e o sofrimento - que somente criam mais do mesmo - para vibrar com a inteligência integrativa do coração, pode entender com a mesma sabedoria de um pulsar cardíaco que nutre generosamente todo o corpo que não faz sentido a divisão ou a comparação! Um pé não é mais importante do que a mão ou do que um pulmão! Você deceparia,odiaria o seu dedo midinho por ele ser diferente e não ser tão longo como o indicador ou tão independente como o polegar? Deceparia o ânus por ser um local “sujo e feio”? Ou reconhece e valoriza suas funções no corpo ou simplesmente reconhece uma sabedoria maior o fez exatamente assim? Até fisicament

Confie, comece e deixe a vida surpreender!

Há muitos benefícios em diferenciarmos melhor "mal feito" de "o que podia ser feito com o que se tinha". O primeiro, poderia ser reservado para casos de ações irresponsáveis e covardes que colocam os outros ou a si mesmo em riscos grosseiros e desnecessários, evidentemente aplicam-se de maneiras mais objetivas em casos mais concretos que possuem linhas bem definidas e fatais, por exemplo, geralmente envolvem segurança pública, saúde, alimentação, família e etc., por preguiça, falta de zelo, pressa pelo resultado, obsessão pelo status social esperado... Mas pense, já ouviu alguém dizer que conseguiu criar ou aprimorar algo ouvindo seu medo de "fazer mal feito"? Talvez seja por causa de uma ve

© 2016 Roni Diniz . Ator, Fotógrafo e Designer Gráfico.